The Handmaid’s Tale vai ter uma quarta temporada, anunciou esta sexta-feira a plataforma de streaming norte-americana Hulu, sem porém adiantar uma data de estreia. A terceira temporada, cuja história já ultrapassa os acontecimentos narrados no romance homónimo de Margaret Atwood, foi para o ar em junho deste ano nos Estados Unidos da América.

A série baseada na distopia da escritora canadiana estreou em 2017 com grande sucesso, tendo recebido oito Emmys só nesse ano (ao todo, já recebeu 11). A produção da Hulu volta a estar nomeada para os prémios norte-americanos de televisão, que serão entregues em setembro, na cidade de Los Angeles.

O anúncio de uma quarta temporada surge numa altura em que Atwood se prepara para lançar a sequela de The Handmaid’s Tale, romance publicado em 1985 que se passa num universo alternativo teocrata, onde as mulheres foram privadas de todos os seus direitos e obrigadas a tornarem-se escravas sexuais. Este segundo livro, The Testaments, passa-se 15 anos depois do fim de The Handmaid’s Tale e é já considerado pelos jornais britânicos um dos favoritos à corrida ao Man Booker Prize.

A data de lançamento está marcada para 10 de setembro, não se sabendo quando é que a obra chegará a Portugal.