O corpo de uma mulher entre os 30 e os 40 anos foi encontrado numa mala de viagem no interior de um carro em Arruda dos Vinhos, confirmou o Observador. A Polícia Judiciária (PJ) está no local, a está a investigar o caso, depois de a Guarda Nacional Republicana (GNR) ter sido alertada. Não se sabe a identidade da mulher nem as circunstâncias em que morreu.

O carro estava estacionado junto a uma zona habitacional daquele município do distrito de Lisboa. Entretanto, a Polícia Judiciária abriu um perímetro de segurança para recolha de provas no local. Um cidadão encontrou a mala de viagem quando passeava o cão, num caminho pedonal de acesso à Urbanização Fonte do Ouro, na vila de Arruda dos Vinhos, e alertou as autoridades cerca das 14h.

Chegados ao local, os militares da GNR abriram a mala e encontraram, no seu interior, o cadáver de uma mulher, na casa dos 30 anos, com vestígios de sangue. Não há registo de desaparecidos na região.

A mesma fonte explicou que o crime teria sido “recente”, uma vez que o corpo não apresenta sinais de decomposição nem de mau cheiro, e a mala teria sido colocada ali “há pouco tempo”, tendo em conta que o popular tinha passado no local horas antes, também para passear o cão.

Em atualização