O vice-presidente da concelhia do PSD de Coimbra, Carlos Lopes, candidata-se à liderança deste órgão para reconquistar para o partido a Câmara da cidade e a maioria das freguesias, afirma numa carta enviada aos militantes.

Carlos Miguel Lopes concorre para dar continuidade ao “projeto político de credibilização e afirmação do PSD em Coimbra”, iniciado, há dois anos, pela Comissão Política de Secção de Coimbra (CPS) cessante, liderada por Nuno Freitas (que não se candidata).

Esse projeto “só termina em 2021”, quando os sociais-democratas reconquistarem a Câmara Municipal de Coimbra (perdida para o PS em 2013) e “a maioria das freguesias” do concelho, sublinha.

“É esta a causa maior de uma equipa de pessoas com provas dadas, tanto de militância, como na sociedade civil”, sustenta o geógrafo e antigo presidente da Junta de Freguesia de Almedina (Coimbra).

A lista liderada por Carlos Lopes será “o garante da afirmação do PSD como a verdadeira alternativa à governação local moribunda do Partido Socialista”, assegura o candidato.

Essa afirmação, salienta, passa por “agregar aquilo que é a força motriz da social-democracia, ou seja, as pessoas de todas as freguesias do concelho de Coimbra, que estejam empenhadas e motivadas para uma verdadeira mudança do paradigma político nesta cidade”.

Afirmando ter “muito orgulho” por integrar a direção do PSD/Coimbra presidida por Nuno Feitas, Carlos Lopes diz encarar “este desafio com a naturalidade de quem conhece bem os militantes e o território”, acrescenta.

“A luta política interna não nos vai desfocar do principal objetivo: derrotar o PS em 2021”, garante, alertando, no entanto, que “isso vai exigir de todos um elevado nível de responsabilidade e experiência política local”.

Sob o lema “Coimbra, nossa causa”, a candidatura de Carlos Lopes propõe-se designadamente a lutar por “uma Coimbra orgulhosa de erguer as suas bandeiras”, fazer dela uma cidade “moderna e participativa” e “com conhecimento e liberdade crítica”.

Além de Carlos Miguel Lopes, também concorre à liderança da CPS de Coimbra do PSD (cuja eleição está agendadas para 15 de novembro) João Paulo Barbosa de Melo, docente da Faculdade de Economia de Coimbra, que presidiu à Câmara da cidade entre dezembro de 2010 e outubro de 2013.