As autoridades da Costa do Marfim detiveram duas pessoas que figuravam na lista dos mais procurados pela Europol por, em 1996, terem matado um empresário britânico na Bélgica.

O francês Jean-Claude Lacote e a belga Hilde van Acker eram procurados pelo assassinato do empresário inglês Marcus Mitchell, que em 1996 fora abatido com dois tiros na cabeça.

Lacote, agora com 53 anos, e van Acker, 56, tinham sido detidos na Bélgica pouco tempo depois da morte de Mitchell, mas acabaram por ser libertados por falta de provas.

O casal fugiu então para a África do Sul.

Em 2011, a justiça belga condenou os dois, à revelia, a prisão perpétua.

As autoridades costa-marfinenses confirmaram que Lacote e van Acker tinham alterado as suas identidades.