O Instagram, Facebook e Messenger estiveram em baixo. Muitos utilizadores em vários pontos do mundo não conseguiram aceder às três plataformas detidas pela empresa de Mark Zuckerberg. Já o Whatsapp, detido pela mesma empresa, não apresentou problemas à grande maioria dos utilizadores.

Nem toda a gente foi afetada, mas as queixas registaram-se em vários pontos do mundo. Por volta das 16h30, o número de queixas começou a diminuir exponencialmente e Instagram, Facebook e Messenger estarão agora inteiramente operacionais, segundo dados do site Down Detector.

Antes, os utilizadores do Facebook relataram que conseguiam entrar na aplicação e no website, mas que este não atualizava e que a maior parte das funcionalidade não estavam ativas, como comprovou também o Observador.

Não existiu razão aparente para o problema, mas este surgiu na véspera da tão esperada “Black Friday”, o dia em que a maior parte dos retalhistas faz grandes promoções em todo o tipo de produtos, sobretudo eletrónica e tecnologia.

Acontece que muitas destas aplicações utilizam estruturas comuns, o que torna bastante provável que um erro possa afetar simultaneamente as três aplicações. Algo semelhante aconteceu em março, quando as mesmas três aplicações e o Whatsapp ficaram sem funcionar durante aproximadamente um dia, o que fez daquele dia provavelmente aquele em que se registaram maiores falhas na história recente da internet, pelo menos em termos de pessoas afetadas, com mais de 7,5 milhões de queixas registadas no portal Downdetector.

Mark Zuckerberg anunciou no início do ano a ideia de juntar os serviços de mensagens instantâneas das três aplicações numa só, o que provavelmente seria uma agravante nesta situação.