Portugal chegava aos Campeonatos Europeus de Corta-Mato, realizados no Parque da Bela Vista em Lisboa, com um total de oito vitórias coletivas no plano feminino mas apenas um triunfo individual, conquistado por Jessica Augusto em 2010, em Albufeira. Muita história, um cenário oposto ao setor masculino (com quatro vitórias de Paulo Guerra mas só três nas equipas) e a esperança de haver uma surpresa de Ana Dulce Félix. Não aconteceu. Mas nem por isso deixou de ser um dia positivo para a Seleção Nacional, com um total de três medalhas.

Assim, e depois da medalha de bronze de Mariana Machado nos Sub-20 e do terceiro lugar da equipa masculina do mesmo escalão em termos coletivos, também a formação de seniores feminina alcançou a última posição do pódio. Em paralelo, e por altura das cerimónias protocolares, Sara Moreira recebeu a medalha de prata da prova dos 5.000 metros dos Europeus de 2012, depois da desqualificação da bielorrussa Lyudmila Kovalenko, que violou as regras do passaporte biológico e ficou assim sem o resultado alcançado em Helsínquia.

O dia começou com a prova de Sub-20 masculina, onde o menino prodígio norueguês Jakob Ingebrigtsen a vencer de forma convincente a prova com o tempo de 18.20, à frente do turco Aslanhan Ayetullah (18.59) e do irlandês Efrem Gidey (19.01). Etson Barros foi o melhor português terminando no quarto lugar (19.05), numa equipa que ganhou a medalha de bronze – atrás da Grã-Bretanha e da Noruega – ainda com Duarte Gomes (14.º com 19.23) e Miguel Moreira (21.º com 19.29). Rúben Amaral (44.º, 19.51), Miguel Ribeiro (62.º, 20.10) e Nuno Pereira (desistiu) foram os outros atletas portugueses que participaram na primeira prova do dia no Parque da Bela Vista.

Seguiu-se a prova feminina de Sub-20, onde Portugal conseguiu a medalha de bronze individual através de Mariana Machado, terceira classificada (14.10) apenas atrás da italiana Nadia Battocletti (13.58) e da eslovena Klara Lukan (14.10). Em termos coletivos, a Seleção Nacional terminou no quinto posto.

Por fim, e na última prova do dia, a equipa feminina de seniores alcançou o terceiro lugar em termos coletivos com Ana Dulce Félix (oitava, 28.09), Carla Salomé Rocha (décima, 28.13) e Susana Francisco (25.ª, 29.08), atrás da Grã-Bretanha e da Rep. Irlanda. A turca Yasemin Can ganhou a corrida com o tempo de 26.52, à frente da norueguesa Karoline Grövdal (27.07) e da sueca Samrawit Mengsteab (27.43).