A startup portuguesa Indie Campers anunciou esta quinta-feira uma nova imagem, a expansão do negócio para mais 15 cidades na Europa e o maior aumento de frota desde a fundação da empresa — em 2020, a empresa espera ultrapassar os 2 mil veículos, com as autocaravanas a representar 85% deste número.

As autocaravanas portuguesas vão passar a estar presentes em Viena (Áustria), Malmo, Gotemburgo e Estocolmo (Suécia), Nantes e Toulouose (França), Colónia, Hannover e Estugarda (Alemanha), Cagliari, Florença, Nápoles e
Palermo (Itália), Dubrovnik (Croácia) e Manchester (Inglaterra). Com as novas bases em Nantes e Toulouse, o território francês fica completamente coberto.

A empresa de aluguer de autocaravanas anunciou também que vai lançar uma nova gama de produtos divididos em três segmentos: “Motas”; “Scooters”; e “Carros com Tendas de Tejadilho”. Além disto, a Indie Campers passa a ter um novo logótipo e imagem, para refletir o crescimento e maturidade da empresa. O novo conceito foi desenvolvido em parceria com a agência criativa A Equipa.

Um dos novos modelos inclui uma tenda no tejadilho

“Hoje a Indie Campers está absolutamente estabelecida no mercado europeu, é uma empresa adulta e esperamos que esta nova imagem da marca represente esta maturidade. Além disso, este logo moderno está mais adequado à nossa realidade enquanto empresa de inovação marcadamente digital”, explica Hugo Oliveira, presidente da startup.

A Indie Campers foi fundada em 2013 por Hugo Oliveira e o austríaco Stefan Koeppl, ambos estudantes universitários e amigos. Atualmente, a empresa conta com 150 colaboradores, mais de 850 carrinhas e está presente em 35 localizações, às quais acrescem outras 15 em 2020. As autocaravanas podem ser recolhidas e entregues em locais diferentes, com quilometragem ilimitada e assistência em viagem 24 horas por dia, sete dias por semana.

Em outubro, a empresa anunciava que ia investir 100 mil euros para contratar mais 200 novos colaboradores e expandir o escritório de Lisboa. Até ao final do próximo ano, os fundadores querem empregar 350 pessoas nas várias localizações da empresa.