Um homem que esfaqueou “várias pessoas” num parque perto de Paris foi abatido pela polícia. Pelo menos uma pessoa morreu e duas ficaram feridas, escreve o jornal francês Le Figaro, que cita uma conferência de imprensa da procuradora da República Laure Beccuau.

O ataque aconteceu esta sexta-feira no parque Hautes-Bruyères na comuna de Villejuif, a 7 quilómetros a sul da capital francesa. De acordo com o presidente dessa comuna, Franck Le Bohellec, a vítima mortal é um homem de 56 anos, natural de Villejuif, que morreu ao tentar proteger a mulher. “Ele estava a andar com sua mulher quando o atacante se aproximou. Ele queria proteger a sua mulher e foi ele quem levou a facada”, disse Le Bohellec à AFP.

O atacante tentou ainda atacar outras pessoas, que conseguiram fugir, adiantou também a procuradora Laure Beccuau. O suspeito foi perseguido pela polícia e abatido. Há ainda relatos de que o homem poderia estar a usar um colete com explosivos.

As causas do ataque permanecem, por enquanto, desconhecidas, bem como a identidade do homem neutralizado pela polícia. Um investigação está a ser levada a cabo pelo Ministério Público de Créteil

A polícia aconselhou as pessoas a evitar a área circundante ao parque Hautes-Bruyères. No local está uma brigada anti-minas, como é habitual neste tipo de operações.