O candidato à liderança do PSD Rui Rio afirmou esta sexta-feira acreditar numa vitória nas eleições de dia 11, “eventualmente até na primeira volta”, notando que, se perder, “não há desespero nenhum”.

“A vitória não é garantida em eleição nenhuma, portanto aqui também não é. O que eu penso é que o mais normal é ganhar, eventualmente ganhar até à primeira volta. Mas, se não ganhar, não há desespero nenhum. É o que os militantes entenderem”, disse o atual presidente social-democrata, em declarações aos jornalistas à margem de um encontro com a Comissão de Honra Distrital do Porto, na qual destacou a presença de várias personalidades independentes.

Quanto ao encontro desta sexta-feira entre o PS, o BE e o PCP com vista à aprovação do Orçamento de Estado, Rui Rio lembrou que os socialistas deixaram clara a intenção de uma “governação à esquerda”, frisando não ter pedido “margem nenhuma” para negociações com o PSD.