O túnel do Marão, entre Amarante e Vila Real, vai estar cortado para trabalhos na noite de 14 para 15 de janeiro, na galeria Sul, e de 16 para 17 de janeiro, na galeria Norte, foi esta sexta-feira divulgado.

Em comunicado, a Infraestruturas de Portugal (IP) esclarece que, na galeria Sul (sentido Amarante-Vila Real), o corte decorrerá entre as 21h00 de 14 de janeiro e as 07h00 de dia 15, ao passo que na galeria Norte (sentido Vila Real-Amarante), o corte acontecerá no mesmo período da noite de 16 para 17 de janeiro.

Este encerramento noturno e parcial do túnel deve-se a “trabalhos de lavagem do pavimento” e obrigará a desviar o trânsito para o Itinerário Principal 4(IP4), entre os nós de Padornelo e da Campeã. A IP acrescenta que está já a realizar “trabalhos de manutenção e limpeza no Túnel do Marão, que consistem na aspiração e lavagem dos hasteais e pavimentos das duas galerias rodoviárias”.

Para levar a cabo estas intervenções, o túnel vai estar condicionado “em apenas uma das vias de cada sentido e sempre em período noturno”, observa a IP.

Assim, na noite de 13 para 14 de janeiro, entre as 21h00 e as 07h00, a circulação vai estar condicionada na galeria Sul. De 15 para 16 de janeiro, o condicionamento afeta a galeria Norte, entre as 21h00 e as 07h00.

Desde que foi inaugurado, em 2016, até maio de 2019, o túnel do Marão foi atravessado por quase 12,5 milhões de veículos, numa média superior a 11.300 viaturas por dia, contabilizando 26,9 milhões de euros de receitas de portagens em três anos, segundo dados da IP. O volume médio de tráfego de pesados é de 12%.

O túnel é considerado uma infraestrutura segura, no entanto, um incêndio num autocarro, que ocorreu no interior do túnel, em junho de 2017, chamou a atenção para questões relacionadas com a resposta à ocorrência.

Em consequência, desde junho do ano passado que equipas de três bombeiros, afetas às corporações da Cruz Branca (Vila Real) e Amarante (Porto), estão em permanência no túnel para prevenção, primeira intervenção e socorro.