Apesar do terramoto ter tido epicentro no Reino Unido, os contornos do Megxit vão-se assemelhando cada vez mais aos de uma telenovela mexicana. Os desenvolvimentos vão-se sucedendo a uma velocidade vertiginosa desde que o Príncipe Harry e a sua mulher, Meghan Markle, decidiram recuar nas suas obrigações perante a Casa Real para fugirem aos holofotes, mudarem de morada e trabalharem para ser “financeiramente independentes”.

E já foram dados grandes passos nesse sentido, pelos vistos até antes do anúncio que provocou um terramoto na família real britânica. A história envolve a Disney e uma real cunha e conta-se rapidamente: primeiro, este sábado, o jornal diário londrino The Times revelou que a duquesa de Sussex tinha assinado um acordo com a Disney “para beneficiar uma instituição de solidariedade que promove a proteção da vida selvagem”.

O acordo contemplava que a duquesa emprestasse a voz a um filme de animação futuro da Disney, “em troca de uma doação” feita à organização não governamental Elephants Without Borders. Mas os “membros séniores” — os principais — da Casa Real Britânica tinham colocado já em causa precisamente os acordos do casal com empresas privadas “como a Disney”, durante um Natal que não se imagina ter sido pacífico, segundo o mesmo The Times.

Agora, a bomba estalou: o site e tablóide TMZ revelou um vídeo gravado no verão passado que alegadamente mostra que — como se sabia já — há muito que Harry e Meghan pensavam em mudar de vida. Não mostra só isso, contudo: mostra que o primeiro piscar de olho da duquesa de Sussex à Disney poderá ter acontecido há meses, bem antes do anúncio de recuo nas obrigações impostas pelo sistema monárquico britânico, e por interposta figura da Coroa.

Neste caso,confirmando-se a veracidade do vídeo, terá havido uma cunha real colocada pelo marido. Se não for inaudito, terá certamente poucos precedentes ver um elemento da Família Real — ainda por cima neto de uma rainha em exercício, Isabel II — “vender” o talento da sua mulher para um trabalho em animação de voz para uma empresa como a Disney.

O vídeo foi alegadamente filmado no último verão, na antestreia do filme “Rei Leão” em Londres. Enquanto ao lado Meghan Markle cumprimentava e abraçava um casal famoso, o rapper Jay-Z e a cantora Beyoncé, o Príncipe Harry conversava aparentemente com Bob Iger, presidente da The Walt Disney Company, e ter-lhe-á dito: “Sabia que ela faz trabalhos de voz?” Iger terá então reagido com surpresa, referindo que não sabia desse talento de Megham Markle, ao que o Príncipe Harry terá respondido: a duquesa estava “mesmo interessada”. Perto, alguém parece comentar: “Adoraríamos tentar”.

Curiosamente, a propalada experiência em trabalhos com voz e dobragens de Meghan Markle, que foi atriz antes de casar com o Príncipe Harry, parece resumir-se a um único anúncio publicitário, refere o TMZ. Trata-se de um vídeo de 30 segundos em que a Duquesa de Sussex faz de consumidora indecisa quanto à marca de batatas fritas que deve comprar. Enquanto vai olhando para as marcas à venda, ouvimos os seus pensamentos, antes de se decidir por uma marca chamada Tostitos. Ora veja: