Francisco Pedro Balsemão, presidente da Impresa, diz que não quer “especular” sobre porque é que a Newshold, empresa do angolano Álvaro Sobrinho, continua a ser acionista de referência da dona da SIC/Expresso. “Espero que seja pelo nosso sucesso”, atira o gestor, em entrevista ao jornal Público publicada esta terça-feira. Na mesma entrevista, Balsemão garante que, apesar de contratações como as de Cristina Ferreira, os custos com a grelha não subiram, pelo que essa e outras contratações foram “acomodadas” na estrutura de custos. As “estrelas servem estratégia da SIC mas não entramos em loucuras”, garante.

Questionado sobre se a Impresa está “confortável” com o facto de a empresa de Álvaro Sobrinho, ex-presidente do BESA (onde o BES perdeu pelo menos três mil milhões de euros), Francisco Pedro Balsemão diz que essa pergunta deve ser feita à empresa de capitais angolanos. “Tem de perguntar à Newshold porque acha que é bom ter uma
participação no grupo Impresa”, afirma.

Mas porque é que a Newshold quer continuar a investir na Impresa? “Não sei quais são as razões, espero que seja pelo nosso sucesso”, recusando “especular” sobre que outras razões poderiam estar aqui em causa.

Balsemão garante, contudo, que está “estabilizada” a relação com a ZAP, de Isabel dos Santos, depois de a emissora ter anunciado, em 2017, que deixaria de emitir em Angola conteúdos de informação da SIC. “Estranhámos”, admite Francisco Balsemão, reconhecendo que houve um prejuízo na casa dos milhões associado a esse caso.

O gestor garantiu, também, que os custos associados à contratação de Cristina Ferreira foram “acomodadas” com “alterações muito deliberadas e estruturais à grelha, e também renegociámos contratos com fornecedores e parceiros” no final de 2018. Essa decisão “estratégica” animou, também, a “motivação” do grupo por se estar a contratar “as pessoas certas”. “A ideia é consolidar e crescer”, diz, garantindo que “não vamos perder a cabeça e entrar em loucuras”.

A Impresa adianta, porém, que vai lançar um serviço de streaming e um canal de e-sports ainda este ano.