Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O número de mortes pelo novo coronavírus em Itália subiu para 6.820, um aumento de 743 em relação aos dados de segunda-feira, duplicando o número total de fatalidades registadas na China. O número de infetados subiu em 5.249 novos casos confirmados para 69.176 pessoas contagiadas.

Estes números indicam que aumentou novamente o número de mortos em Itália, mas que o número de novos casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus diminuiu pelo terceiro dia consecutivo.

Há ainda mais 894 pessoas recuperadas, aumentando o número de sobreviventes para 8.326. Entre 21.937 pacientes internados nos hospitais italianos, 3.396 estão a ser tratados nos cuidados intensivos e 28.697 estão em quarentena em casa.

A atualização desta terça-feira demonstra que a Lombardia continua a ser de longe a região italiana mais afetada pela pandemia de COVID-19, com 30.703 casos positivos de infeção. Seguem-se Emilia Romagna com 9.254 casos e Veneto com 5.948. As regiões de Molise e Basilicata são as menos afetadas, com 73 e 92 casos respetivamente.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR