As compras na rede multibanco em lojas físicas e online aumentaram na semana de 30 de março a 5 de abril, mas continuam abaixo da média das semanas anteriores ao primeiro caso de Covid-19 em Portugal, segundo a SIBS.

Os indicadores esta terça-feira divulgados pela SIBS comparam o número de compras em lojas físicas e online através da rede multibanco, face à média de transações desde janeiro até ao primeiro caso de coronavírus em Portugal (2 de março). Ao valor dessa média foi atribuído o valor 100.

Na semana de 30 de março a 5 de abril as compras em lojas físicas pagas pela rede multibanco representaram 50 pontos base da média registada entre janeiro e 2 de março, mas subiram — seis pontos base — em relação à semana anterior (23 a 29 de março).

Já as compras online, entre 30 de março e 5 de abril, representaram 87 pontos base da média registada entre janeiro e 2 de março, e mais 17 do que na semana anterior.

Ou seja, há um aumento das compras na rede multibanco na análise semanal, mas continua a registar-se uma quebra nas compras totais face ao registo médio anterior ao início da propagação do novo coronavírus em Portugal.

Ainda segundo a SIBS, houve ligeiros aumentos do valor médio por compra em lojas físicas para 41,1 euros (face aos 38,80 euros da semana anterior). Já nas compras online o valor médio caiu para 38,90 euros (face aos 39,70 euros).

A SIBS refere ainda um aumento do peso das compras no setores ‘entretenimento, cultura e subscrições”, com um crescimento de 64% face à semana antes da pandemia.

No comércio alimentar e retalho o aumento foi de 45% e em ‘restauração, entrega de comida e take away de 52%.