Os juros da dívida portuguesa estavam esta segunda-feira a subir a dois, a cinco e a dez anos em relação a sexta-feira, alinhados com os títulos de dívida italiana e espanhola.

Cerca das 9h em Lisboa, os juros a 10 anos subiam para 0,990%, uma subida face aos 0,956% registados na sexta-feira, depois de terem avançado até 1,441% em 18 de março, um máximo desde março de 2019, e descido até ao atual mínimo de sempre, de 0,065%, em 15 de agosto de 2019.

No prazo de cinco anos, os juros também estavam a subir, para 0,568%, contra 0,542% na sexta-feira, depois da subida para 0,916% em 18 de março, um máximo desde junho de 2018, e o mínimo de sempre, de -0,374%, em 26 de agosto.

Os juros a cinco anos, que estiveram em terreno negativo entre 28 de maio de 2019 e 14 de janeiro e entre 23 de janeiro e 06 de março, voltaram para terreno positivo em 09 de março.

Os juros a dois anos também subiam, mas para 0,142%, contra 0,120% na sexta-feira, um valor entre os 0,258% em 18 de março, um máximo desde junho de 2018, e o atual mínimo de sempre, de -0,684%, em 04 de setembro.

Os juros italianos subiram em todas as maturidades, tal como os da Grécia e os de Espanha.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha às 8:h30:

2 anos…5 anos…10 anos

Portugal

20/04…….0,142….0,568……0,990

17/04…….0,120….0,542……0,956

Grécia

20/04…….n.disp…1,670……2,151

17/04…….n.disp…1,614……2,108

Irlanda

20/04……-0,358…-0,075……0,177

17/04……-0,397…-0,095……0,163

Itália

20/04…….0,971….1,410……1,872

17/04…….0,879….1,317……1,790

Espanha

20/04…….0,050….0,315……0,833

17/04…….0,045….0,301……0,811

Fonte: Bloomberg Valores de “bid” (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.