Na sequência do artigo “Marca de calçado portuguesa Alameda Turquesa acusa Cristina Ferreira de plágio”, publicado no dia 15 de abril de 2020, recebemos da empresa Nolive – Distribuição de Calçado, Lda., o seguinte Direito de Resposta, que publicamos ao abrigo da Lei:

“A Nolive – Distribuição de Calçado, Lda. recebeu uma missiva enviada por um agente de propriedade industrial intitulando-se representante de uma Sra. Arquiteta e designer de nome Carolina Santos, fazendo ainda referências a uma suposta marca denominada Alameda Turquesa, (sem contudo sequer concretizar quem é o titular de tal marca). Sendo certo que dentro do prazo que o mesmo solicitou, foi respondido, explicando-se detalhadamente a situação e refutando-se a existência de qualquer cópia, imitação ou plágio dos artigos que o mesmo referia na sua carta, que, diga-se, nem de modelos registados se tratam, para além de serem semelhantes a muitos outros. Relembre-se que  já em 2017 a marca Cristina Ferreira na sua sub marca Love tinha como inspiração os detalhes e referência mar, contando já com sandálias contendo conchas e pérolas sendo esta coleção uma continuidade e desenvolvimento daquela linha e tendência.

Independente da resposta dada, em face dos inúmeros comentários veiculados pela Sra. Arquiteta Carolina Santos no dia de ontem, reproduzidos em vários meios de comunicação social, está-se neste momento a tomar as respetivas providencias, para que o assunto em causa seja, em sede própria, devidamente tratado e, reposta a verdade.”