É oficial: Tomás Esteves, jovem lateral direito de 18 anos do FC Porto, renovou esta sexta-feira contrato com os dragões até 2024, confirmando o acordo verbal que já existia com o clube azul e branco.

Depois de ter começado na Associação Desportiva e Cultural Aboim/Sabadim, Tomás Esteves fez toda a formação nos dragões a partir dos Sub-10, tendo como pontos altos a conquista da Youth League e do Campeonato de juniores na passada temporada, naquele que foi um feito histórico para o clube e para o futebol português.

FC Porto vence Chelsea na final e torna-se a primeira equipa portuguesa a conquistar a Youth League

Na presente temporada, e apesar de ocupar uma posição que tem Wilson Manafá, Saravia (entretanto emprestado) e sobretudo Jesús Corona como principais alternativas, o lateral direito conseguiu ainda estrear-se na equipa principal de Sérgio Conceição esta temporada, entrando a 15 minutos do final na vitória do FC Porto em Pina Manique frente ao Casa Pia a contar para a fase de grupos da Taça da Liga.

“Para mim era assunto arrumado. Fizeram gosto que fosse feito hoje [sexta-feira], por mim podia ter sido ontem, hoje ou amanhã. Tinha toda a confiança. Quando se trata de pessoas com palavra a assinatura é apenas um pró-forma. Renovou porque o treinador me transmitiu que tem muita esperança neste jogador, que tem um potencial enorme. Tem tudo para dar certo. Agora está nas nossas mãos, de ajudar , e nas dele, de pôr ao serviço do clube todos as qualidades que tem”, destacou Pinto da Costa, presidente do clube, em declarações ao Porto Canal, antes de abordar também a aposta dos azuis e brancos na formação e nas novas gerações.

“Dizer-se que vamos apostar na formação é um lugar comum, é preciso ter a felicidade de ter jogadores de qualidade. Não se pode apostar na formação apenas por ser formação. Quando há qualidade como eles têm, devemos apostar neles. São a garantia de futuro do FC Porto”, salientou.