O novo Ford Bronco registou mais de 150 mil pré-reservas em cerca de 15 dias, revelou à Automotive News o director financeiro da marca da oval azul, Tim Stone. O número fica (muito) longe das 230 mil unidades que o fórum de entusiastas Bronco6G avançou como estimativa, mas continua a ser um valor bastante elevado, considerando que o fabricante de Dearborn apontou inicialmente para uma produção anual na ordem dos 200 mil veículos.

Pré-reservas não são encomendas firmes, são sim um registo de interesse acompanhado de um sinal de 100 dólares, quantia que é reembolsável se o potencial comprador decidir, por qualquer razão, não avançar para a aquisição. E, como o valor é despiciendo, poderá dar margem a futuras desistências. Ainda assim, não deixa de ser notória a rapidez com que potenciais interessados trataram de garantir que teriam direito a um dos primeiros Ford Bronco da sexta geração, assegurando um lugar na lista de espera.

4 fotos

Independentemente dos contornos reais que estes números possam vir a alcançar, materializando ou não encomendas firmes, tudo indica que a Ford está a caminho de cumprir o objectivo a que se propôs: ameaçar o reinado do Wrangler. Isto porque, de acordo com os dados coligidos pelo fórum acima referido, não deixa de ser curioso notar que, numa amostra de 2444 hipotéticos compradores, cerca de 30% sejam ou tenham sido proprietários deste modelo da Jeep.

De acordo com os dados reunidos pelo Bronco6G, a variante de quatro portas é a que, sem grandes surpresas, regista a maior procura. Mas os 62,6% de pré-reservas indiciam que a versão de duas portas acabou por suscitar um interesse superior ao expectável.