Desde o dia 19 de maio que Portugal não tinha tantas pessoas internadas em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) devido à pandemia de Covid-19. Esta terça-feira registaram-se 99 casos de internamento em UCI — a 19 de maio havia 101 pessoas em UCI.

De acordo com os números avançados no boletim sobre a situação epidemiológica da Direção-Geral de Saúde (DGS), registaram-se mais seis óbitos e 688 novos casos nas últimas 24 horas. Houve mais duas mortes e mais 263 novos casos do que esta segunda-feira, dia em que se registaram 425 novos casos e quatro óbitos.

Destas novas infeções, 478 ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, ou seja, 69,5% do total de novos casos. Há quatro dias que esta região não tinha um número tão elevado de novas infeções: no dia 25 de setembro, Lisboa e Vale do Tejo contabilizou 505 novos casos.

Nunca houve tantos casos ativos em Portugal

Portugal contabiliza 74.717 casos confirmados de infeção e 1.963 óbitos desde o início da pandemia.

Ainda relativamente aos internamentos, o boletim da DGS indica que há 661 pessoas internadas devido à Covid-19 em Portugal, mais dois casos do que esta segunda-feira. Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 309 casos de recuperação —mais 72 casos do que ontem —, sendo que desde o início da pandemia 48.193 pessoas recuperaram da Covid-19. Há ainda mais 60 contactos em vigilância nas últimas 24 horas.

No que toca aos casos ativos — que correspondem ao número de casos confirmados, menos os recuperados e os óbitos —, nas últimas 24 horas contabilizaram-se 373 novos casos. Há atualmente 24.561 pessoas infetadas com o novo coronavírus em Portugal, ao mesmo tempo. Segundo o Worldometers, desde o início da pandemia que não se registavam tantas pessoas infetadas. O dia que tinha tido mais casos ativos foi 15 de maio: nesse dia, houve 24.065 casos ativos, registaram-se seis mortes e 264 novos casos e estavam 673 pessoas internadas, das quais 112 em UCI.

Cinco dos seis óbitos registados em Lisboa e Vale do Tejo

Além de 478 novos casos na região de Lisboa e Vale do Tejo nas últimas 24 horas, no Norte registaram-se mais 160 casos, na região Centro mais 16 casos e no Algarve 22. A Madeira e o Alentejo contabilizaram mais cinco infeções e os Açores mais duas.

Dos seis óbitos, cinco foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo e um no Centro. As vítimas mortais são um homem e quatro mulheres com mais de 80 anos e um homem com idade entre os 70 e os 79 anos.