Quantas pessoas já pensaram em mudar de vida, alimentação ou em prestar mais atenção ao que estão a comprar no supermercado, sem confusões ou dúvidas? Este foi um dos pontos de partida para que Maria e Diogo Heitor imaginassem uma plataforma que não só tivesse disponível produtos alimentares ecológicos, mas uma vasta gama de ofertas, reunindo tudo no mesmo sítio: a 2Yummy.

“A ideia surge da necessidade que, neste caso, tanto eu como o Diogo tínhamos de ter uma alimentação e estilo de vida mais equilibrado e saudável. Porque sentiamo-nos bastante perdidos – quando íamos ao Celeiro, Go Natural, havia tantos artigos que acabava por ser confuso”, esclarece Maria. A esta questão, juntava-se a problemática da disponibilidade dos produtos.

“Verificámos que, além das lojas físicas, existem muitas marcas que podem estar numa loja e não noutra, outras que só existem na internet e aí era preciso pagar portes. Tudo um desperdício de dinheiro e tempo. Percebemos aí que tinha de haver uma solução mais eficiente, em que pudéssemos agrupar tudo no mesmo sítio”, acrescenta.

No final de 2018 delinearam a ideia, combinando a experiência de ambos no setor da banca e do retalho. Um ano depois, começaram a edificar a plataforma, sustentada por um investimento que, até à data, “em números redondos, fica entre os 50 e os 100 mil euros”, diz Diogo, quase tudo em capitais próprios. E em janeiro deste ano a 2Yummy estava finalmente montada, com uma oferta de mais de mil produtos, focados na vertente ecológica e consciente.

Snacks, papas para bebés e crianças, laticínios, sobremesas, suplementos, detergentes, loiças ou livros, todos fazem parte do catálogo. “A maior parte dos produtos são escolhidos por nós mas já temos várias marcas a contactar-nos, algumas delas são empresas portuguesas no começo. Tentamos, de certa forma, ajudar-nos mutuamente, sempre com cuidado para perceber se o produto encaixa no 2Yummy”, conta a fundadora.

Mas, para Maria e Diogo, a mais valia não se fica pela qualidade dos produtos ou do serviço (cujo site tem um chat para que os clientes possam esclarecer dúvidas em tempo real) – passa, obrigatoriamente, pelas consultas de nutrição.

“Começaram em abril deste ano. Temos a consulta inicial e as de seguimento, e o mindset [mentalidade] era ter a questão do preço bastante presente. Portanto, temos consultas acessíveis, online, e um pack que oferece a primeira consulta. Tudo para que as pessoas consigam ter esse apoio e desmistificar que essas consultas existem apenas para quem quer emagrecer. É para quem se preocupa com a sua saúde”, explica.

As consultas estão disponíveis para qualquer pessoa e são distribuídas pelas cinco nutricionistas que integram o projeto, cada uma com uma especialidade. “A nossa ideia era criar uma sinergia que não encontramos noutra loja”, diz Maria ao Observador. “Queremos combater o desconhecimento e poder dar às pessoas um acompanhamento para que alcancem os objetivos. Atualmente trabalhamos com cinco nutricionistas, cada uma delas apontada a uma especialidade.”

Os preços, disponíveis no site, fixam-se nos 35 euros para a primeira consulta e 20 euros para as de seguimento, num serviço que é oferecido online. No entanto, quem comprar um pack 2Yummy, que custa 80 euros (e que inclui vários artigos assinalados no site), a primeira consulta é grátis, tem cinco consultas de seguimento incluídas e portes grátis durante três meses. Para isto, não é necessário registo no site.

“É uma coisa que notamos noutras lojas, o ambiente de compra tem de ser o mais simples e adaptado ao utilizador. Porque ter de fazer um registo num site para depois fazer uma compra, para nós, é uma barreira”, reitera Diogo.

Todos os produtos da loja estão disponíveis para entrega em Portugal Continental, na Madeira e nos Açores, e nos restantes países da Europa, podendo optar-se por recebê-los no domicílio ou num pickup point. Tendo em conta os clientes que procuram cada vez mais opções sustentáveis, a marca embala todos os pedidos com material reciclável.