O Presidente norte-americano, Donald Trump, concedeu na terça-feira vários indultos, incluindo a George Papadopoulos, ex-assessor da sua campanha eleitoral que se declarou culpado na investigação sobre a interferência russa nas eleições presidenciais de 2016.

Outro dos indultos foi concedido a Alex van der Zwaan, um holandês genro do bilionário russo German Khan. Van der Zwaan foi condenado a 30 dias de prisão e multado em 20 mil dólares por mentir aos investigadores do Conselho Especial dos EUA sobre os contactos que manteve com um ator oficial da campanha eleitoral de Trump em 2016.

Trump cumpre assim uma tradição da Casa Branca que todos os anos concede indultos em vésperas de Natal, que este ano abrangeu um total de 15 pessoas.