Durante, pelo menos, uma semana, Donald Trump não vai conseguir colocar novos vídeos no YouTube, porque a plataforma, detida pela Google, suspendeu a conta oficial do presidente americano.

A medida surge numa altura em que o cerco das grandes plataformas digitais tem apertado após a invasão do Capitólio. O Facebook e o Twitter já tinham encerrado as contas de Donald Trump, por poderem incitar à violência.

“Após análise, e à luz das preocupações sobre o potencial contínuo de violência, removemos o novo conteúdo descarregado no canal de Donald J. Trump por violar as nossas políticas. Tem agora o seu primeiro aviso e está temporariamente impedido de fazer novo upload de conteúdo por um mínimo de 7 dias”, informou o Youtube no Twitter, depois de remover um vídeo de Trump.

Mas não fica por aqui: “também desativaremos indefinidamente os comentários no canal do presidente Trump, como fizemos com outros canais em que existem questões de segurança encontradas na secção de comentários”.