Britney Spears quebrou o silêncio e deixou uma mensagem aos fãs, após a estreia de um novo documentário que retrata as polémicas que têm marcado a sua vida ao longo do anos. A “Princesa do Pop” disse estar “a aprender a ser uma pessoa normal”, mas avisou que há “uma pessoa de verdade a viver atrás das câmaras”.

“Cada pessoa tem a sua história e a sua opinião sobre as histórias de outras pessoas. Lembrem-se, não importa o que pensamos saber sobre a vida de uma pessoa, não tem nada a ver com com o que realmente se passa atrás das câmaras”, escreveu Britney no Twitter na terça-feira.

Num outro tweet, a artista norte-americana publicou um vídeo de 2018 — ano em que atuou em palco pela última vez — onde aparece a cantar e a dançar ao som do êxito “Toxic”. Na descrição admitiu que irá sempre “gostar de estar em palco”, mas que neste momento está “a aprender a ser uma pessoa normal”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Apesar de não se referir diretamente ao documentário, estas foram as primeiras declarações da cantora após a estreia do “Framing Britney Spears”. Produzido pelo jornal The New York Times, este é  um retrato da sua ascensão à fama, da exploração da sua imagem por parte dos média, da sua luta com a saúde mental e da disputa pela tutela dos seus bens com o pai Jamie Spears.

A fortuna, a saúde mental e as injustiças do passado. Poderá um novo documentário libertar Britney Spears?