Na altura da verdade, e como acontece há mais de uma década e meia, Telma Monteiro não falhou: na final da categoria de -57kg do Campeonato da Europa, a judoca portuguesa venceu a eslovena Kaja Kajzer e sagrou-se campeã pela sexta vez, num total de 15 medalhas que se tornaram um recorde na competição entre atletas a competir apenas numa categoria, superando o registo da austríaca Edith Hrovath (14, oito de ouro).

A história está feita: Telma Monteiro está na final e consegue 15.ª medalha em Europeus (noutras tantas participações)

A judoca portuguesa, que ocupa nesta fase o décimo lugar do ranking, começou por vencer a austríaca Sabrina Filzmoser (31.ª) por waza-ari, derrotando de seguida a belga Mina Libeer (48.ª) por ippon. Na meia-final, e apesar de ter um registo desfavorável nos confrontos diretos, Telma Monteiro venceu Nora Gjakova (quarta do ranking), do Kosovo, por ippon no golden score, batendo de seguida a eslovena Kaja Kajzer (11.ª) no golden score com um ippon menos de um minuto depois do tempo extra que deixou a adversária em visíveis dificuldades num pé.

15.ª medalha a caminho? Telma Monteiro apurada para as meias do Europeu de judo

Telma Monteiro fica assim com seis medalhas de ouro (2006 em Tampere, 2007 em Belgrado, 2009 em Tbilisi, 2012 em Chelyabinsk, 2015 em Baku e 2021 em Lisboa, sendo que as duas primeiras foram em -52kg e as quatro seguintes em -57kg), duas medalhas de prata (2011 em Istambul e 2020 em Praga, ambas em -57kg) e sete medalhas de bronze (2004 em Bucareste, 2005 em Roterdão, ambas em -52kg, 2010 em Viena, 2013 em Budapeste, 2014 em Montpellier, 2018 em Telavive e 2019 em Minsk, todas estas em -57kg). Ou seja, em 15 edições chegou outras tantas vezes ao pódio no Campeonato da Europa (mais uma por equipas mistas, em Minsk).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Além de todas essas conquistas, e sem contar com as provas nacionais e internacionais como Grand Slams ou Grand Prix, Telma Monteiro soma ainda uma medalha olímpica (foi bronze no Rio de Janeiro, em 2016) e cinco em Campeonatos do Mundo: quatro de prata (2007 no Rio de Janeiro, 2009 em Roterdão, 2010 em Tóquio e 2012 em Chelyabinsk, sendo que a primeira foi em -52kg e as restantes em -57kg) e uma de bronze (2005 no Cairo, -52kg). Tem ainda três medalhas em Jogos Europeus, entre Baku em 2015 e Minsk em 2019 (uma de cada).

De recordar que, como já estava definido desde abril de 2019 (altura em que Lisboa ganhou a organização do Europeu), Telma Monteiro, a melhor judoca portuguesa de sempre e uma das maiores em termos internacionais, será alvo de uma homenagem este sábado na Altice Arena, antes dos blocos das finais.

Portugal encerra assim o primeiro do Campeonato da Europa com duas medalhas, uma de ouro (Telma Monteiro, -57kg) e uma de bronze (João Crisóstomo, -66kg), apenas a uma do registo conseguido na última edição de 2020, em novembro, na cidade de Praga, quando Telma Monteiro conquistou a prata (-57kg) e Rochele Nunes (+78kg) e Jorge Fonseca (-100kg) conseguiram o bronze. A Seleção tem como registo máximo de medalhas as quatro conseguidas no Europeu de 2008, curiosamente realizado em Lisboa e também na Altice Arena.

Presidente da República diz que Telma Monteiro tem percurso de “dedicação e superação”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou a judoca Telma Monteiro pela medalha de ouro na categoria de -57 kg nos Europeus em Lisboa, considerando que a atleta é um exemplo de “dedicação e superação”.

“A atleta portuguesa conquistou 15 medalhas em 15 campeonatos da Europa num percurso extraordinário de dedicação e superação”, refere a mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa, divulgada no sítio oficial da Presidência da República. O Presidente da República lembrou ainda que a judoca conseguiu o seu sexto título europeu, depois de vencer na final a eslovena Kaja Kajzer, por ippon.

Marcelo Rebelo de Sousa anunciou ainda que vai estar presente no sábado nos Europeus de Lisboa, para “acompanhar o bloco de finais”.

Primeiro-ministro felicita judocas pelas medalhas conquistadas

O primeiro-ministro, António Costa, congratulou os judocas Telma Monteiro e João Crisóstomo pelas medalhas conquistadas nos Europeus em Lisboa, desejando sucesso a todos os atletas ainda em competição.

“É com alegria e orgulho que felicito Telma Monteiro pelo seu sexto ouro nos Campeonatos da Europa de Judo. Uma recordista de medalhas na competição, um grande exemplo de determinação e uma referência para o desporto nacional”, disse António Costa, numa mensagem na rede social Twitter.

“Felicito também o judoca João Crisóstomo, que conquistou hoje a medalha de bronze, e desejo sucesso a todos os nossos atletas em competição no Campeonato Europeu de Judo, a decorrer em Lisboa”, referiu ainda António Costa.