Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A BMW revelou as características do próximo i4, a berlina eléctrica que irá chegar ao mercado nacional em Fevereiro do próximo ano. A base do modelo a bateria é a que serve o Série 3 da marca alemã, adaptado para receber o pack de baterias, bem como um ou dois motores, neste último caso para garantir tracção integral.

As formas do i4 encaixam-se mais facilmente no que o construtor de Munique denomina Gran Coupé, com as quatro portas mas uma linha de tejadilho mais suave e esguia, para lhe conferir um certo ar de coupé. Uma forma de aliar dinamismo a espaço interior, para um veículo com características familiares.

5 fotos

Das duas versões apresentadas, o i4 eDrive40 é o mais acessível, sendo proposto por 60.500€. A bateria tem uma capacidade de 83,9 kWh (recarregável a 200 kW) e como esta versão monta apenas um motor atrás, com 340 cv (e 430 Nm), a autonomia é a maior possível para um i4, fixada em 590 km entre recargas. Um excelente valor, apesar de ser conseguido com apenas um motor e uma generosa bateria, mas que não deixa de evidenciar o bom trabalho desenvolvido pelo construtor alemão. De acordo com a BMW, o i4 iDrive40 reivindica um peso de 2125 kg, sendo capaz de atingir 190 km/h e ir de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos.

9 fotos

O Gran Coupé eléctrico tem na versão i4 M50 a versão mais potente, comercializada por 71.900€. Os motores passam a ser dois, um por cada eixo, elevando a potência total para 544 cv (258 cv à frente e 313 cv atrás) e o binário para 795 Nm, o que explica que os 100 km/h fiquem para trás ao fim de 3,9 segundos.

A bateria mantém os 83,9 kWh, recarregável a 200 kW, com a BMW a anunciar 510 km de autonomia. O segundo motor, instalado no eixo dianteiro, eleva o peso para 2290 kg, mas não impede a berlina eléctrica de atingir 225 km/h, com a BMW a superiorizar-se aos eléctricos acessíveis das restantes marcas germânicas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR