Se ocasionalmente já deram por vós a googlar “greatest rock’n’roll documentaries ever” às duas da manhã de uma sexta-feira à noite, então é estatisticamente razoável concluir que:

a) a vossa vida social está de rastos (e aqui deixo um abraço solidário);

b) deram com uma menção a “I Am Trying to Break Your Heart”, um filme dedicado à criação de Yankee Hotel Foxtrot, que os Wilco editaram fez 20 anos há dias.

“I Am Trying to Break Your Heart” não é um documentário convencional: raras vezes vimos uma banda desintegrar-se e as relações entre os músicos que a compõem colapsarem de forma tão pungente – Jeff Tweedy vomita ocasionalmente, à conta de enxaquecas punitivas que o levaram à dependência de medicamentos, a insegurança de Jay Bennett manifesta-se a cada frame, os dois (Tweedy, o líder da banda, Bennett, o principal arranjador) andam às turras o filme todo, ao ponto de Tweedy despedir Bennett no fim das gravações e entregar a mistura final dos temas a outro produtor, desgostoso que estava com o excesso de arranjos que Bennett colocara no disco.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.