830kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Este painel de instrumentos tem mais de 600 peças, pedras preciosas e um peso-pluma

Para o sucessor do Chiron, a Bugatti recorreu ao melhor do mercado e para o painel de instrumentos deitou mão aos relojoeiros suíços, especialistas em turbilhões, o mecanismo mais sofisticado.

5 fotos

Há efectivamente uma relação entre o Tourbillon, a denominação do sucessor do Bugatti Chiron, e os mais complexos mecanismos do mundo da relojoaria, os denominados turbilhões, que só as melhores empresas suíças conseguem produzir com rigor e mestria. E foi bem em frente ao condutor que a Bugatti colocou o seu “turbilhão”, em forma de um painel de instrumentos que está sempre visível, para máxima eficiência e legibilidade.

Certamente depois de se preocupar em conceber uma mecânica que superasse o 8.0 W16, o que conseguiu com um 8.3 V16, ajudado por três motores eléctricos com 340 cv cada, o construtor francês projectou um painel de instrumentos particularmente completo e sempre visível, uma vez que está fixo à coluna de direcção e ao centro do volante. Este é cónico e pode ser girado para um lado ou para o outro sem que o que quer que seja obstrua a visão para o velocímetro (até aos 550 km/h), conta-rotações (até às 10.000 rpm) e o indicador da potência fornecida pelo V16 atmosférico, calibrado até aos 1001 cv. Isto para além dos indicadores da temperatura da água e do óleo, e dos níveis de combustível e da carga da bateria deste híbrido plug-in.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O curioso é que, a par de toda a sofisticação deste painel de instrumentos, ele é um excelente exemplo da relojoaria suíça, recorrendo a mais de 600 peças para funcionar na perfeição. Mas, apesar de tudo isto, pesa somente 680 g. Para que todo este puzzle funcione com rigor, os engenheiros da Bugatti conceberam um sistema que tem de trabalhar com tolerâncias entre 5 e 50 mícrons. E porque alguns clientes da Bugatti exigem potência e capacidade de aceleração, mas têm igualmente uma fixação por jóias e tudo o que brilhe, o construtor francês espalhou pelos diferentes mostradores do painel vários rubis e safiras.

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Para continuar a ler assine o Observador
Apoie o jornalismo independente desde 0,18€/ dia
Ver planos
Já é assinante?
Apoio a cliente

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Desde 0,18€/dia
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Desde 0,18€/dia
Em tempos de incerteza e mudanças rápidas, é essencial estar bem informado. Não deixe que as notícias passem ao seu lado – assine agora e tenha acesso ilimitado às histórias que moldam o nosso País.
Ver ofertas