No final de outubro começaram a circular vídeos nas redes sociais de cânticos entoados num estádio no Brasil onde, alegadamente, o Presidente eleito Lula da Silva teria marcado presença. Os cânticos, ofensivos para Lula, classificavam-no como “ladrão” e, segundo as legendas acrescentadas aos vídeos, teriam sido cantados à chegada do Presidente eleito há umas semanas pela claque do clube Vasco da Gama. Apesar de as imagens serem reais e os cânticos terem sido entoados, Lula da Silva não estava presente no estádio, ao contrário do que afirmam as várias publicações.

Publicação com conteúdo falso no Instagram

De acordo com as legendas das publicações, Lula da Silva teria ido até ao estádio na companhia de Eduardo Paes, o prefeito do Rio de Janeiro, mas nesse dia (28 de outubro) nenhum dos dois esteve no estádio. Segundo as notícias em jornais locais, os vídeos foram gravados no jogo entre o Vasco da Gama e a equipa Sampaio Corrêa, que afastou o Vasco do regresso à Séria A do campeonato brasileiro.

Com o resultado a ser desfavorável à equipa da casa, o clima entre os adeptos aqueceu, com conflitos nas bancadas entre apoiantes de Jair Bolsonaro e Lula da Silva. O jornal Metrópoles deu conta disso logo depois do jogo, relatando “confrontos entre apoiantes e opositores do Presidente Jair Bolsonaro”.

Nos vídeos, onde é possível ver inclusivamente adeptos da mesma equipa a agredirem-se mutuamente, relata-se a presença de Flávio Bolsonaro no estádio e à qual é atribuída a responsabilidade pelo início dos conflitos entre os adeptos. E, de acordo com os relatos dos jornais locais, é nessa troca de argumentos entre elementos pró e contra Bolsonaro que surgem também os insultos a Lula da Silva registados no vídeo que circula nas redes sociais como se se tratasse de um ataque a Lula e à sua presença no estádio.

Além dos cânticos contra Lula da Silva, de acordo com os media brasileiros, houve também adeptos que entoaram cânticos de apoio ao Presidente eleito, naquilo que foi mais uma demonstração de força dos adeptos, perante a presença — isso sim — de Flávio Bolsonaro (adepto do Vasco da Gama) na bancada presidencial do estádio nessa noite.

O jogo aconteceu uma cerca de semana antes da segunda volta das eleições presidenciais no Brasil e coincidiu com a passagem da caravana da campanha de Jair Bolsonaro pela zona Oeste do Rio de Janeiro, daí que Flávio Bolsonaro, filho do Presidente Bolsonaro, tenha aproveitado a oportunidade para ir até ao estádio ver o jogo que acabaria por ditar a continuidade da equipa na Série B do campeonato.

Conclusão

É falso que os cânticos contra Lula da Silva, insultuosos, tenham sido entoados na presença do Presidente eleito do Brasil como as publicações nas redes sociais afirmam. As imagens foram gravadas ainda antes da ida às urnas para a segunda volta das eleições e apenas o filho de Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, estava presente no estádio. Com os adeptos a entrarem em confrontos por apoiarem candidatos opostos à presidência do Brasil, houve cânticos entoados a apoiar e a criticar ambos os lados, ao contrário do que as imagens mostram. Lula da Silva foi insultado, mas também defendido por outros adeptos, e o mesmo aconteceu com Jair Bolsonaro.

Assim, segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

ENGANADOR

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

PARCIALMENTE FALSO: as alegações dos conteúdos são uma mistura de factos precisos e imprecisos ou a principal alegação é enganadora ou está incompleta.

NOTA: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

IFCN Badge