A frase acompanha um longo texto em que o autor reflete sobre a falta de “decoro” do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, na comunicação que fez no 25 de Abril no Parlamento. Só que o socialista nunca disse a frase em causa.

A expressão usada pelo presidente da Assembleia da República foi, na realidade, uma crítica às “caixas de comentários” das redes sociais, como pode conferir no excerto abaixo.

Uma das grandes virtudes da democracia e da liberdade é a de permitir a convivência entre todos os credos políticos, incluindo os antidemocratas. Nas redes sociais, os promotores de falsas notícias, de ódio, de desinformação, de calúnias, de mentiras, contam-se por muitas centenas, e atingem milhões de alvos. As caixas de comentários de alguns órgãos ditos de comunicação social são um esgoto a céu aberto.” – Eduardo Ferro Rodrigues, 25 de abril de 2021

Pode também ler aqui a nossa notícia sobre esta comunicação do socialista, mas se não ficar convencido, abaixo o áudio desse momento.

No site do Parlamento, também está disponível esse momento em que o presidente do Parlamento usa a expressão “esgoto a céu aberto”, captado em vídeo. Pode seguir este link e ouvir Eduardo Ferro Rodrigues — é pelos 13 minutos e 45 segundos que surge esse momento-chave do discurso feito por ocasião do 47º aniversário do 25 de Abril de 1974.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Conclusão

É verdade que Eduardo Ferro Rodrigues usou a expressão “esgoto a céu aberto” num discurso em que relacionava essas palavras a “notícias” e “redes sociais”. Mas a frase não está correta e, da forma apresentada pelo autor, passa a ter um significado muito diferente daquele que o presidente da Assembleia da República pretendia dar-lhe na comunicação que fez, especialmente dado o contexto do resto do discurso.

Não se trata, por isso, apenas de uma questão semântica — as palavras do discurso original não são um ataque direto à comunicação social, como o autor sugere, mas antes às “caixas de comentários”, ou seja, aos utilizadores das redes sociais (ou de sites de notícias) que comentam publicamente esses conteúdos no digital.

Mesmo que o discurso de Eduardo Ferro Rodrigues possa ser interpretado como crítico à comunicação social e às redes sociais, a frase que aqui analisamos não saiu da boca do socialista, e por isso o conteúdo é falso.

Assim, de acordo com a classificação do Observador, este conteúdo é:


ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge