Logo Observador
Startups

Second Home. A incubadora mais “cool” de Londres chega a Lisboa

621

Aquela que é considerada a incubadora para startups mais 'cool' de Londres chega a Lisboa em 2016. A notícia chega no dia em que a Second Home anuncia uma ronda de investimento de cerca de 10 milhões.

Antes de lançar a Second Home, Rohan Silva foi conselheiro de David Cameron

Anthony Harvey

Rohan Silva e Sam Aldenton vão abrir uma Second Home Lisbon. Aquela que é considerada a incubadora para startups mais cool de Londres chega a Lisboa em 2016, no mesmo ano que a capital portuguesa recebe o maior evento de empreendedorismo, inovação e tecnologia da Europa, a Web Summit.

O Second Home é um projeto de primeira linha, de máximo ‘pedigree’ e o facto de os fundadores escolhido Lisboa como uma das suas geografias de eleição é ótimo. É um sinal muito positivo para o ecossistema português. E foi uma honra terem pedido a opinião da Faber Ventures para este projeto”, explicou ao Observador Alexandre Barbosa, administrador executivo da capital de risco Faber Ventures.

A notícia foi avançada pelo TechCrunch, no dia em que a Second Home anunciou que levantou uma ronda de investimento de 10,7 milhões de dólares, cerca de 9,8 milhões de euros. A incubadora lançada em 2013 tornou-se num ícone para negócios ligados à tecnologia e indústrias criativas.

“Agora, Lisboa parece a parte este de Londres, antes de o cluster tecnológico ter explodido. É uma cidade super criativa, mas não tem sítios suficientes para reunir estas pessoas. Simultaneamente, as grandes empresas estão a encolher, há mais pessoas a empreender e o ambiente da cidade tem de evoluir para acompanhar este ritmo”, adiantou Rohan Silva, que antes de lançar a Second Home foi conselheiro do primeiro-ministro britânico, David Cameron.

De acordo com o que Rohan Silva divulgou no Twitter, a Second Home Lisbon abre em maio. Sabe-se também que os empreendedores incubados em Lisboa podem frequentar o espaço londrino sem custos. O editor do TechCrunch, Mike Butcher, escreve que os fundadores da Second Home vão juntar-se ao “ecossistema de empreendedorismo florescente” que está a contagiar Lisboa.

A Second Home é inspirada em três premissas: que as coisas boas acontecem quando pessoas, indústrias e ideias diferentes colidem, que deve haver maior equilíbrio entre as pequenas e grandes empresas, e que as cidades devem evoluir para acompanhar as mudanças estruturais na economia. No próximo ano, os objetivos passam por abrir uma Second Home Los Angeles.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: apimentel@observador.pt
Startups

Empreendedores por conta de outrem

João Cândido da Silva

Empreendedores são todos aqueles que, mesmo trabalhando por conta de outrem, partilham o risco e são partes interessadas no sucesso do projeto.