Logo Observador
Sara Sampaio

Sara Sampaio, a modelo… “lá da terrinha”. What?

1.030

O jornal brasileiro O Globo publicou um artigo esta terça-feira onde se refere à modelo portuguesa como sendo "lá da terrinha". A polémica estalou, chegou ao Facebook e ainda não esquentou.

Há muitas formas de falar da portuguesa Sara Sampaio, ela que, aos 24 anos, é uma das modelos associadas à marca de lingerie Victoria’s Secret e está num pico de sucesso inegável. O brasileiro Globo escolheu usar a expressão “Lá da terrinha” e está a ser criticado por isso.

Lá da terrinha… Portuguesa Sara Sampaio posa com lingeries provocantes para a Victoria’s Secret”, lê-se no título do artigo.

O artigo em questão foi publicado esta terça-feira e quis dar destaque à coleção da gigante norte-americana dedicada ao Dia de São Valentim (também conhecido como o dia dos namorados), que se assinala no próximo dia 14 de fevereiro. E se, por um lado, o jornal brasileiro elogiou a modelo ao considerá-la uma “musa absoluta”, por outro, fez com que muitas pessoas protestassem nas redes sociais.

Lá da terrinha... Portuguesa Sara Sampaio posa com lingeries provocantes para a Victoria's Secret. http://glo.bo/1RRKYcM #JornalOGlobo

Publicado por O Globo em Terça-feira, 19 de Janeiro de 2016

Prova disso é o post publicado na página de Facebook do Globo que já leva cerca de 500 comentários — muitos deles contra a expressão em causa, ainda que haja quem defenda que “terrinha” é uma forma carinhosa de os portugueses se referirem a Portugal.

  • “Da terrinha? Foi um sujeito aqui da terrinha que vos descobriu! Aliás até o vosso idioma é aqui o da terrinha! Respeito se faz favor para com os portugueses e para Portugal!”;
  • “Da terrinha? Queridos, nem daqui por 1.000 anos o Brasil terá uma ‘terrinha’ como a fantástica cidade do Porto. Isso só demonstra uma profunda ignorância, nada que nos espante vindo de uma página tão pouco interessante como esta. Antes de colocarem uns títulos engraçados, investiguem”;
  • “Fui-me informar e disseram-me que ‘terrinha’ é uma forma carinhosa de tratamento por parte dos brasileiros para com Portugal … agora pergunto? Qual é a necessidade de criar esta confusão? Vocês (O Globo) não podiam esclarecer (editar o post e explicar ou fazer um comentário, etc) os portugueses (onde eu me incluo) que viram isso como uma ofensa? Acham bem porem as pessoas a ofenderem-se mutuamente por razão nenhuma? Enfim …”.

O certo é que as imagens, com ou sem legenda, falam por si, tal como se pode verificar na respetiva fotogaleria acima.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt
Crónica

Coisas que fazemos

Miguel Tamen

Considerado o modo como a maioria de nós joga às cartas é bem possível que afinal o façamos por outras razões: por exemplo, para conversar com pessoas parecidas connosco.