Logo Observador
IPMA

Mês de julho é o segundo mais quente desde 1931

O mês de julho foi o segundo mais quente desde 1931, com médias de temperaturas máximas e mínimas muito superiores ao normal, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O mês de julho foi o segundo mais quente desde 1931, com médias de temperaturas máximas e mínimas muito superiores ao normal, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Num balanço esta segunda-feira divulgado e referente a Portugal continental, o mês passado foi caracterizado por valores médios muito altos da temperatura do ar, só ultrapassados em 1989.

Segundo os dados do IPMA, o valor médio da temperatura do ar foi de 24,33 graus celsius (em julho de 1989 foi de 24,63), mais de dois graus em relação ao valor médio no período 1971-2000.

Ainda segundo os números do IPMA, o valor médio da temperatura máxima do ar no mês passado foi de 32,19 graus celsius, o mais alto desde 1931. Valor 3,47 graus acima do normal, nota o Instituto.

O valor médio da temperatura mínima, 16,47 graus, também foi ligeiramente superior ao normal e foi o oitavo mais alto desde 1931.

De acordo com o IPMA, a primeira semana de agosto também vai ser marcada por céu limpo, vento fraco a moderado e temperaturas a rondar os 30 graus e a ultrapassar nalguns locais os 40.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt