Logo Observador
Faro

Ampliação do aeroporto de Faro inaugurada com obras por concluir

198

As obras de ampliação e remodelação do aeroporto de Faro, em curso desde 2015, foram inauguradas esta segunda-feira, mas com trabalhos por concluir na zona das Partidas.

Esta obra envolveu um investimento de 32,8 milhões de euros

LUÍS FORRA/LUSA

As obras de ampliação e remodelação do aeroporto de Faro, em curso desde 2015, foram inauguradas esta segunda-feira, mas ainda há trabalhos por concluir na zona das Partidas, que só deverão terminar em agosto.

Em declarações aos jornalistas, o diretor do aeroporto, Alberto Mota Borges, disse que os únicos trabalhos ainda por concluir se referem à área de lojas que ficará instalada na zona de Partidas. As estimativas são de que as estas intervenções terminem no final de julho ou início de agosto.

A única coisa que está a faltar são lojas, ainda há tapumes, mas é só na área comercial”, disse, frisando que depois o processo de acabamento e instalação das lojas já não é da responsabilidade do aeroporto, mas dos arrendatários dos espaços comerciais.

Segundo o responsável, esta obra, que envolveu um investimento de 32,8 milhões de euros, permitiu triplicar a área do controlo de segurança e também dividir as áreas de controlo de fronteiras para os passageiros que pertencem ao espaço Schengen dos restantes.

Com esta expansão, o aeroporto de Faro aumenta a capacidade de embarque e desembarque do terminal de 2.400 para 3.000 pessoas por hora.

As obras realizadas permitem ainda a adequação da capacidade do terminal de passageiros a um novo sistema de pistas que permite 30 movimentos por hora, em vez de 24, e o estacionamento de 30 a 37 aeronaves.

No piso superior, foi construída uma área destinada ao controlo de segurança e outra destinada a escritórios, além da expansão da área de comércio e restauração.

A intervenção foi projetada devido à alteração do perfil dos passageiros, que passam cada vez mais tempo nas instalações, fruto do aumento das companhias aéreas low cost a operar em Faro, que representam aproximadamente 70% do tráfego total.

Segundo a ANA — Aeroportos de Portugal, esta modernização do terminal visa adequar a infraestrutura “a um novo paradigma do transporte aéreo que se verifica em Portugal e em toda a Europa”, que passa pelo aumento da utilização das companhias aéreas de baixo custo.

As modernizações agora concluídas traduzem-se em ajustamentos do “Lado Ar” do aeroporto – que engloba pistas e caminhos de circulação e plataforma de estacionamento – ao tipo de movimento das companhias low cost (com aeronaves mais pequenas e de maior frequência) e do “Lado Terra”, com remodelação do parque de estacionamento.

Na cerimónia de inauguração da obra de expansão do terminal do aeroporto de Faro estiveram presentes o primeiro-ministro, António Costa, o ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, o presidente da Vinci, Nicolas Notebaert, e o presidente da comissão executiva da ANA, Carlos Lacerda.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Maioria de Esquerda

Jogo da Glória: regras e regulamentos

Alberto Gonçalves

Na sua página do Facebook, um comentador lembra-lhe educadamente que, além de outras interessantes peculiaridades “culturais”, os ciganos também acham a homossexualidade uma “anomalia”. Recue uma casa