Legionela

Legionella. Número de infetados sobe para 41

206

Há mais três novos casos de Legionella confirmados, avança a Direção Geral de Saúde em comunicado. São já 41 os infetados no Hospital São Francisco Xavier desde 31 de outubro. Duas vítimas mortais.

MARIO CRUZ/LUSA

Autores
  • Agência Lusa
Mais sobre

A Direção Geral de Saúde confirmou esta quinta-feira a existência de 41 casos de doentes infetados com Legionella, no surto que se propagou desde o dia 31 de outubro no Hospital São Francisco Xavier. A doença já provocou duas vítimas mortais.

De acordo com nota informativa da DGS, desde 31 de outubro de 2017 há 41 casos: 26 do sexo feminino; 29 com idade superior a 70 anos; 5 atualmente internados em Unidades de Cuidados Intensivos; e dois óbitos.

O ministro da Saúde disse esta quinta-feira que se espera que entre segunda e terça-feira os novos casos de Legionella comecem “a tender para zero”, quando termina o tempo máximo para o período de incubação.

Tal como foi sempre referido pela DGS, nós estamos a ter um perfil de casos novos que se acompanha daquilo que é a previsão e os casos têm vindo a diminuir na sua intensidade, o que faz supor que no período que nós estimamos que seja o dia 13 e 14, em que se finaliza o tempo máximo admissível para o período de incubação, esses casos começarão a tender para zero”, assegurou o ministro da Saúde em conferência de imprensa.

De acordo com o governante, “até ao momento não tem havido nenhum desvio àquilo que tem sido a análise epidemiológica da DGS” e, portanto, o executivo acredita que “essa tendência se acentuará”.

Temos 41 casos identificados como positivos. Dois doentes já tiveram alta, dois infelizmente faleceram. E, dos restantes, estão cinco em cuidados intensivos e os restantes em internamento geral com sinais de recuperação e de melhoria significativa”, sintetizou.

Na passada sexta-feira foram confirmados oito casos, 14 no dia seguinte e quatro no domingo. Na segunda-feira foram confirmados sete casos, na terça-feira três casos, quarta-feira quatro casos e esta segunda-feira até às 12h30 um outro.

Na terça-feira, o ministro da Saúde disse que a origem do foco de Legionella em Lisboa foi o hospital São Francisco Xavier, considerando que as primeiras evidências apontavam logo para uma emissão dentro do perímetro da unidade hospitalar.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site