O presidente da FIFA, Joseph Blatter, reconheceu na noite de quinta-feira que foi “um erro” atribuir a organização do Campeonato Mundial de Futebol de 2022 ao Qatar.

“Sim, claro”, afirmou Blatter, em declarações a um jornalista da radiotelevisão suíça RTS, quando questionado se entregar a organização do Mundial ao Qatar tinha sido um erro por causa das elevadas temperaturas no verão.

“Vocês sabem: toda a gente comete erros na vida”, acrescentou Blatter, que se vai candidatar em 2015 ao quinto mandato como presidente da FIFA.

O Qatar tem sido alvo de uma forte polémica na sequência de suspeitas de corrupção e das más condições de trabalho dos operários da construção das infraestruturas de apoio ao Mundial 2022. Isto já levou mesmo o Governo a anunciar mudanças na lei laboral de modo a garantir mais proteção e direitos aos trabalhadores, sobretudo os estrangeiros, que têm sido mais afetados nas obras para o Mundial.