A venda das seguradoras do Grupo Caixa Geral de Depósitos à empresa chinesa Fosun originou uma receita de cerca de 1,6 mil milhões de euros para o banco estatal, mais 32% do que o valor inicialmente previsto, mil milhões de euros da operação e 209 milhões de euros relativos a dividendos de 2013, apurou o Observador. A valorização dos títulos da dívida pública portuguesa originou um encaixe adicional de 364 milhões de euros.

A alienação de 80% da Fidelidade, Multicare e Cares foi consequência do contrato celebrado entre o Estado e o grupo privado chinês, assinado a 15 de Maio de 2014, altura em que Cavaco Silva, Presidente da República, esteve em visita oficial à China. A 23 de Abril, o Instituto de Seguros de Portugal já tinha informado que não se opunha à aquisição.

Cerca de 5% do capital das seguradoras está reservado aos trabalhadores do grupo. Caso estes não exerçam o seu direito de compra, a Caixa arrecada mais 68 milhões de euros e a Fosun passa a deter 85% das empresas. O encaixe desta operação só se refletirá nos resultados do segundo trimestre do banco.