Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Parque da Bela Vista está pronto para receber as 90 mil pessoas por dia que o Rock in Rio espera para a edição deste ano. Entre 25 de maio e 1 de junho, cerca de 100 artistas vão atuar nos Cidade do Rock, que foi apresentada, esta quinta-feira à tarde, aos jornalistas.

Lado a lado, pai e filha falam com orgulho do evento que trouxeram do Brasil para Portugal. Roberto e Roberta Medina querem que todos os anos o festival seja melhor e, este ano, dizem ter investido forte no som.  “O Rock in Rio quer ser a copa do mundo da música”, disse Roberto, inspirado pelo mundial de futebol que se realiza entre junho e julho no seu país, o Brasil.

O espaço, com três palcos nobres – mundo, vodafone e tenda eletrónica – vai estar aberto das quatro da tarde às quatro da manhã. São 12 horas de cultura e lazer para todas as idades, entre concertos, comidas, carrosséis, uma roda gigante e até desportos radicais, como o slide.

Haverá quatro zonas de WC, totalizando 300 casas de banho. “Venham cedo”, pede a organização, para evitar filas nas entradas, por causa das revistas às mochilas (as garrafas de água ficam à porta, como já é habitual).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os bilhetes custam 61 euros, excepto para o dia 29 de maio a 69 euros, e dão direito a utilizar todas as diversões e assistir aos espetáculos. Para não perder nenhum dos seus artistas favoritos, veja os horários completos das atuações e comece a fazer planos.

CP, Fertagus e Carris reforçam transportes durante o Rock in Rio

A Fertagus terá um comboio especial com partida de Roma-Areeiro às 02:45, com destino a Setúbal. O comboio efetua paragem em todas as estações a partir do Pragal. Por se tratar de um comboio especial, fora do horário normal de funcionamento da Fertagus, “só será aceite como título de transporte válido o bilhete simples”, escreve a Fertagus no seu site.

A CP vai disponibilizar três comboios especiais nas linhas de Sintra, Cascais e Porto Campanhã.

A Carris terá duas linhas especiais a funcionar nos cinco dias do festival, entre as 00h30 e as 04h00, com destino ao Cais do Sodré e Estação Oriente. Estes percursos também terão um tarifário próprio.

A bicicleta será bem-vinda. É que, pela primeira vez, a organização disponibiliza um parque de cem metros quadrados, e com segurança permanente, durante os dias do evento, entre as 15h00 e as 03h00.