A busca do avião da Malaysia Airlines, desaparecido a 08 de março, vai regressar a uma zona do Oceano Índico que tinha sido descartada, localizada 1.800 quilómetros a oeste de Perth, na costa oeste da Austrália, revelou hoje a imprensa local.

O centro de coordenação australiano, que agrupa as equipas internacionais de buscas, anunciará na próxima semana que as buscas vão girar 800 quilómetros para sudoeste face à zona designada depois de terem sido reanalisadas as informações sobre o avião, explica o diário “West Australian”.

O chefe da Autoridade Australiana de Transporte, Martin Dolan, disse quinta-feira que a área em que poderá haver maior probabilidade de encontrar o avião está um pouco mais a sul do local das últimas buscas.

O MH370 desapareceu dos radares a 08 de março poucos minutos depois de descolar de Kuala Lumpur rumo a Pequim com 239 pessoas a bordo.