Liberdade, igualdade e fraternidade. Aqui estão as novas palavras de ordem da Assembleia Municipal de Torre de Moncorvo, que, abraçada ao século XVIII, acabou de abolir os títulos académicos das suas sessões. Em declarações ao Mensageiro de Bragança, uma fonte da Câmara Municipal explicou que a decisão foi tomada “na ótica da democracia Republicana e da Revolução Francesa, de onde saíram os princípios da liberdade, fraternidade e igualdade. Passando todos os deputados municipais a ser iguais”.

A decisão abrange igualmente as sessões no município. Acabaram-se os “senhor doutor” e “senhor engenheiro”, algo que agrada, pela simplicidade, ao presidente da Assembleia Municipal, José Mário Leite: “Entendemos que não há maior condição do que ser deputado municipal”, disse ao mesmo jornal.

Aprovada por unanimidade foi também a decisão de realizar as sessões rotativamente nas várias freguesias do concelho. A primeira reunião está agendada para setembro, na freguesia de Lousa.