A policia nigeriana afirma ter capturado um dos líderes do Boko Haram, avança a CNN. Mohammed Zakari, de 30 anos, é acusado de estar ligado à morte de sete pessoas, incluindo de mulheres e crianças, assegurou fonte policial. Zakari está ainda associado a crimes contra agentes policiais, em Kari, que decorreram em abril. O criminoso foi capturado em Balmo Forest, no nordeste da Nigéria.

As ações violentas deste grupo despertaram quando forças de segurança nigerianas mataram, em 2009, o fundador e líder espiritual do Boko Haram, Mohamed Yusuf. Desde então os radicais intensificaram uma campanha sangrenta que já causou mais de três mil mortos.

Nos últimos cinco anos, os rebeldes mataram milhares de pessoas numa campanha para estabelecer um estado islâmico independente no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmano. A ação deste grupo — cujo nome significa literalmente “a educação ocidental é pecado” — teve outra expressão mundial em abril quando raptou 276 raparigas, cristãs e muçulmanas, de uma escola em Chibok, no norte da Nigéria.

Esse sequestro em massa deu origem a uma campanha internacional nas redes sociais chamada “Bring Back Our Girls”, onde era pedida a libertação das jovens, que foi abraçada por diversas personalidades, entre elas Michelle Obama e David Cameron.