O Comité de Emergência da UEFA decidiu proibir a realização de jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa de futebol em território israelita, devido à atual situação de segurança no país, anunciou esta quinta-feira o organismo.

Na reunião de quarta-feira, a UEFA decidiu impedir a realização de jogos no país, instando os clubes locais envolvidos nas suas competições a solicitar “locais alternativos, fora do território de Israel para os seus jogos em casa das edições de 2014/15 da Liga dos Campeões e Liga Europa”.

Maccabi Telavive, que vai disputar a Liga dos Campeões, e Hapoel Telavive e Hapoel Be’er Sheva, na Liga Europa, são os clubes israelitas apurados para as competições europeias.

Israel e o movimento de resistência islâmica Hamas, que controla o território palestiniano, mantêm desde o passado dia 08 um conflito armado, que provocou já 230 mortos palestinianos, maioritariamente civis, de acordo com a ONU e organizações humanitárias.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ao mesmo tempo, os movimentos armados de Gaza, como o Hamas – considerada organização terrorista pela UE e Estados Unidos -, lançaram mais de 1.200 mísseis contra Israel, matando um civil.