Empresas portuguesas e coreanas poderão vir a cooperar para chegar a mercados terceiros com os quais Portugal tem relações privilegiadas, nomeadamente em África e América Latina, anunciou nesta segunda-feira em Seul o Presidente da República, Cavaco Silva.

“Tivemos ocasião de falar sobre as possibilidades de cooperação entre empresas portuguesas e empresas coreanas para terceiros mercados, em particular para aqueles países com os quais Portugal tem relações históricas e culturais muito fortes, por exemplo em África, onde existem cinco países de língua oficial portuguesa, incluindo Angola e Moçambique, mas pensando também nos países africanos do Mediterrâneo”, disse.

O chefe de Estado português falava numa conferência de imprensa após um encontro com a Presidente sul-coreana, Park Geun-hye, o último ponto do programa da visita oficial de Cavaco Silva à República da Coreia.

Por outro lado, lembrou o Presidente, Portugal faz parte da comunidade ibero-americana, que reúne os países da Península Ibérica e da América Latina.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Pensando nestes mercados terceiros, há possibilidade de fazer parcerias entre os dois países para mais facilmente ter vantagens que resultam do nosso conhecimento dos mercados e tendo presente a qualidade avançada da economia coreana”, destacou o chefe de Estado.

No mesmo sentido, a Presidente Park referiu que Portugal tem vindo a reforçar “a cooperação em diversos setores com países lusófonos”, anunciando que os dois chefes de Estado decidiram adotar “medidas de investimento conjunto nos setores em que possuem vantagens complementares, criando diversos sistemas de cooperação efetiva entre a Coreia e os países de língua portuguesa”.

“Fomentaremos a cooperação entre empresas dos nossos dois países, mas também contribuiremos para o desenvolvimento económico e industrial destes países de língua portuguesa”, salientou.