Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Uma arqueóloga da Universidade de Glasgow comprou o novo kit da Lego, com uma paleontologista, uma astrónoma e uma química, e criou uma página no Twitter que em menos de duas semanas já conquistou mais de 21 mil seguidores. Todos à espera de um novo “tweet” cómico que retrata as dificuldades das investigadoras científicas.

O primeiro “tweet” chegou a 8 de agosto e brinca com o facto de as académicas terem de trabalhar muitas vezes aos fins de semana.

O britânico Guardian descobriu a autora da página Lego Academics. Chama-se Donna Yates, é investigadora na Universidade de Glasgow, na Escócia, e cria cenários de laboratório antes de colocar as personagens Lego na posição certa para o diálogo. Depois, descreve com humor alguns dos problemas que os académicos (mais especificamente as académicas) enfrentam na profissão.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Como, por exemplo, a frustração de ver o trabalho científico elogiado por dois colegas, mas destruído pelo terceiro.

“Muitas das imagens que postei retratam preocupações e experiências normais da vida académica: pequenas frustrações e private jokes“, disse Donna Yates ao Guardian. “Não são uma queixa. Longe disso. Trata-se de pessoas inteligentes, a fazer coisas inteligentes, enfrentando os sofismas e as peculiaridades da Academia, e são todas mulheres”, acrescentou.

O kit usado por Donna Yates chegou este mês às lojas e existe graças à ideia de uma fã da Lego que queria “mostrar às meninas que elas podem ser o que quiserem”. O kit chama-se Instituto de Pesquisa (ou Research Institute) e está disponível na loja online da Lego desde o início deste mês, custa 19,99 euros e inclui as três figuras assim como os seus acessórios. Um sonho tornado realidade para Ellen Kooijman que acalenta a ideia desde 2012.

Também Charlotte Benjamin, uma menina de sete anos, ficou espantada por haver legos para meninas e legos para meninos e queixou-se por carta à Lego. Se Charlotte quiser ser investigadora quando for grande, pode ter uma ideia do seu futuro profissional da página da Lego Academics.