Desporto

Giovanni de Biasi considera que um ponto frente a Portugal pode ser bom

O selecionador de futebol da Albânia admitiu este sábado que conquistar um ponto frente a Portugal pode ser muito positivo. Em causa está o jogo de domingo para a qualificação para o Euro2016.

De Biasi assegurou que os albaneses vão "fazer um jogo aberto, sem ficar só na defesa"

PAULO NOVAIS/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O selecionador de futebol da Albânia, o italiano Giovanni de Biasi, admitiu este sábado que conquistar um ponto frente a Portugal no arranque da qualificação para o Euro2016, no domingo, pode ser muito positivo.

“Um ponto até pode ser muito bom, mas depende da partida, pois se mandarmos quatro bolas ao poste e o guarda-redes fizer muitas defesas pode saber a pouco”, frisou o treinador em conferência de imprensa.

De Biasi assegurou que os albaneses vão “fazer um jogo aberto, sem ficar só na defesa”, mas acredita num adversário a “equipa das quinas” forte: “Esperamos Portugal a atacar nos primeiros minutos, pois vai jogar em casa e são favoritos”.

O selecionador albanês considerou que “Portugal fez um Mundial dececionante” e espera que os pupilos de Paulo Bento queiram “limpar essa imagem e provar que são uma boa equipa”.

De Biasi desvalorizou ainda a ausência de Cristiano Ronaldo, considerando que o capitão da seleção portuguesa “é um jogador fantástico, mas Portugal tem uma boa equipa, por isso não esperamos facilidades”.

O selecionador destacou “o meio-campo português com atletas como João Moutinho, Raul Meireles e Miguel Veloso”, Nani por ser “um jogador de qualidade internacional” e Pepe por ser “uma referência na defesa”.

A Albânia é o primeiro adversário de Portugal no Grupo I de apuramento para o Euro2016. As equipas defrontam-se no domingo pelas 19:45 horas, no Estádio Municipal de Aveiro, num jogo arbitrado pelo francês Ruddy Buquet.

 

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)