A comissão eleitoral das primárias do PS registou até então a entrada de 130 mil fichas de simpatizantes, das quais 75 mil chegaram pela Internet e 55 mil em papel. Perante este número de simpatizantes já inscritos, e tendo o PS cerca de 90 mil militantes, o universo eleitoral das primárias de 28 de setembro será superior a 220 mil cidadãos.

A cerca de quatro horas do fim do prazo para a inscrição de simpatizantes nas primárias do PS, disputadas entre António José Seguro e António Costa, tendo em vista a escolha do candidato socialista a primeiro-ministro, fonte oficial da comissão eleitoral disse à agência Lusa que “está a crescer significativamente o número de eleitores”. “Só nas últimas 24 horas registaram-se mais de 33 mil pessoas, tendo crescido também de forma drástica o número de inscritos em papel, que no início deste mês apenas representava sete por cento do total, contra 93 por cento das inscrições online”, adiantou a mesma fonte.

Esta sexta-feira é o último dia do prazo para a inscrição de simpatizantes nas primárias socialistas e a sede nacional do PS, em Lisboa, estará aberta até à meia-noite para receber inscrições. Por via eletrónica, o sistema informático aceitará inscrições até às 23:59 horas.

Em relação a simpatizantes que se inscrevam em estruturas do PS longe de Lisboa, fonte da comissão eleitoral disse que serão aceitem inscrições que apresentem o carimbo dos correios de sexta-feira (até às 18 horas). Para inscrições que se façam fora de Lisboa após a hora de fecho dos serviços de correios – ou seja, entre as 18 horas e a meia-noite -, há sempre a possibilidade de a estrutura socialista concelhia ou federativa proceder à digitalização da ficha de inscrição, enviando pela Internet uma cópia para a sede nacional.