A paciente espanhola infetada com ébola encontra-se em estado crítico, tendo sido entubada durante a noite, altura em que os seus sintomas pioraram consideravelmente. A informação foi dada pelo seu irmão, José Manuel Romero, que afirma ter sido chamado de urgência ao Hospital Carlos III, em Madrid, juntamente com outros familiares.

Teresa Romero Ramos, a doente, “apresenta problemas pulmonares”, disse José Manuel à rádio Cadena Ser ao fim da manhã. Pouco depois, a médica que lidera a equipa de 14 pessoas que estão atualmente encarregadas de Teresa confirmou o agravamento do estado de saúde de Teresa.

“A paciente pediu-nos expressamente para não tornarmos públicas as informações sobre a sua saúde. A sua situação clínica piorou, não posso dizer mais nada”, referiu Yolanda Fuentes aos muitos jornalistas que estão concentrados à porta do hospital.

A informação dada por Yolanda Fuentes contraria Ignacio González, presidente da comunidade de Madrid, que ao início da manhã disse numa entrevista que a paciente se encontrava “estável” e, até, “um pouco melhor porque parece que a percentagem de vírus que tem não está a aumentar”.