“OK, estou confortável a fazer topless em fotografias desde que não as tornem maiores ou as retoquem.” A frase é de Keira Knightley, a atriz pousou semi-nua para a revista Interview e recentemente explicou ao The Times of London que aquelas teriam sido as duas condições impostas por ela.  

O E! resume que a atriz britânica já não liga ao topless por “ter tido o corpo manipulado de maneiras tão diferentes e em diferentes situações, quer tenha sido por um paparazzi, um fotógrafo ou para um cartaz de um filme.” A única coisa que pede é que não lhe modifiquem as mamas “porque é muito importante mostrar que não importa mesmo a forma do nosso corpo.”

Esta é a forma que a atriz tem de abanar um lenço branco à guerra da imagem cuja “culpa é em parte da fotografia. É muito mais fácil tirar uma fotografia a um corpo sem formas. É tão simples quanto isto. O talento é tirar uma fotografia a uma mulher com formas e fazê-la parecer tal como ela é na vida real.” A atriz continuou mantendo sempre uma linha de crítica à sociedade e à evolução da fotografia que “tornou difícil ver todos os tipos de formas.”

Na revista Interview os papéis inverteram-se e foi Keira quem entrevistou o fotógrafo Patrick Demarchelier num trabalho que se tornou uma conversa entre dois amigos. No final da conversa Keira conta que foi Patrick que a fez olhar de outra forma para a objetiva, apenas com uma dica: “Relaxa a tua cara porque isso é o que faz um bom ator, Uma cara relaxada. E é a mesmo coisa que tirar fotografias.” Os dois falam ainda como o digital veio tirar alguma privacidade e intimidade das sessões fotográficas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As regras de Keira são por isso apenas duas: uma cara relaxada e sem modificações nas mamas.