Dois pilotos que participam no rali todo-o-terreno Dakar2015 foram detidos na cidade chilena de Antofagasta por terem destruído património arqueológico no deserto, depois de saírem da rota oficial.

O motociclista italiano Matteo Casuccio e o piloto de ‘quads’ holandês Kees Koolen foram detidos pela polícia de Investigação no fim da etapa de quinta-feira, no acampamento de descanso.

“Não quisemos estragar nada e pedimos desculpa pelo sucedido. Foi apenas um erro”, disse o transalpino, após ter sido interrogado durante cerca de 30 minutos, acompanhado por elementos da organização.

A polícia não especificou o lugar e a natureza dos danos supostamente causados pelos dois pilotos, que ainda podem ter de comparecer em tribunal.

Casuccio e Koolen puderam iniciar a etapa de esta quinta-feira entre Antofagasta e Iquique, no norte do Chile.