O resultado líquido da Sonae Sierra cresceu de 3,6 milhões de euros em 2013 para 96,3 milhões de euros no ano passado, de acordo com os números divulgados pela empresa nesta quinta-feira. A unidade do Grupo liderado por Paulo Azevedo, que se dedica à área de atividade dos centros comerciais, referiu que, para os lucros alcançados, a contribuição do resultado direto foi de 52, 7 mihões de euros, enquanto os resultados indiretos somaram 43,6 milhões de euros.

A empresa assinalou, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que o resultado direto “decresceu 9% face a 2013, influenciado pelo impacto das vendas ocorridas na Europa no final de 2013, pelo efeito negativo da variação cambial do real, bem como pelo reforço da estrutura corporativa para fazer face ao crescimento nas novas geografias”. E adiantou que, “numa base comparável, e excluindo o efeito desfavorável da taxa de câmbio média do real, o resultado direto aumentou 5,6%”.

Quanto ao resultado indireto teve uma evolução positiva em “consequência da recuperação dos mercados europeus”, “da melhoria da performance operacional dos ativos, quer na Europa quer no Brasil, e do impacto positivo da venda de 40% do Le Terrazze em Itália, da venda de um terreno junto ao Alexa na Alemanha, assim como do reforço de posição no AlbufeiraShopping e no C.C. Continente de Portimão, em Portugal”.

A informação revelada pela Sonae Sierra acrescenta que “as vendas dos lojistas do portefólio europeu registaram uma subida de 3,3% em 2014, e destaca “o crescimento de 5,5% em Portugal e de 4,5% em Itália”. Sobre as atividades no Brasil, a empresa referiu que continuam “a registar uma performance positiva, com uma subida nas vendas dos lojistas de 8,4%”. Os espaços explorados pela unidade do Grupo Sonae registaram uma “taxa de ocupação global (…) de 95,5%, ligeiramente acima dos 94,4% registados” em 2013. “No total, o portefólio global gerido pela Sonae Sierra recebeu mais de 440 milhões de visitas em 2014”, sublinhou o comunicado.

A empresa afirmou estar apostada em prosseguir a estratégia internacional, através de “projetos próprios” e da “prestação de serviços”, destacando o investimento de 180 milhões de euros no ParkLake, um centro comercial com 70 mil metros quadrados localizado na Roménia, que será inaugurado em 2016. Em Málaga, Espanha, a Sonae Sierra tem uma parceria com a McArthurGlen que vai materializar-se no “desenvolvimento de um Designer Outlet (…) que representa um investimento de 115 milhões de euros”.

Marrocos é outros dos destinos de expansão da empresa, que arrancou os negócios no país em 2011, como prestadora de serviços. Atualmente, está envolvida “no primeiro investimento para o desenvolvimento do Centro Comercial Zenata, situado em Mohammedia, Casablanca, com abertura prevista para 2017”. O investimento é de 100 milhões de euros e o centro comercial terá 90 mil metros quadrados e 250 lojas. Rússia e China são dois outros mercados em que a Sonae Sierra entrou em 2014, acumulando “41 novos contratos, repartidos pela Europa, Norte de África e Ásia, com um valor global de 22,6 milhões de euros, que comparam com os 20,2 milhões em 2013”.