Taxa Turística

Câmara de Loures reclama da ANA tratamento igual ao de Lisboa

A Câmara de Loures aprovou hoje uma moção para pedir que a autarquia seja também beneficiada pela Taxa Turística do aeroporto de Lisboa.

Jorge Amaral/Global imagens

A Câmara de Loures aprovou hoje uma moção para pedir que a autarquia seja também beneficiada pela Taxa Turística do aeroporto de Lisboa, uma vez que 20 por cento daquela infraestrutura se encontra em território do município.

A moção, que foi apresentada pelo PSD e votada por unanimidade, na reunião do executivo camarário, defende que o município de Loures, à semelhança do de Lisboa, receba uma contrapartida da ANA-Aeroportos, uma vez que o seu território também é abrangido por esta infraestrutura aeroportuária.

Em causa está um protocolo assinado na segunda-feira entre a ANA e o município de Lisboa, na sequência da qual aquela empresa vai assumir, a partir de abril, o pagamento da Taxa Turística de um euro criada pela Câmara Municipal de Lisboa, num valor global estimado entre 3,6 e 4,4 milhões de euros.

“Não vemos com grande simpatia taxas deste tipo, mas quando a questão é colocada no ressarcimento dos impactos do aeroporto é evidente que Loures tem um grande impacto nas atividades do aeroporto”, afirmou à agência Lusa o presidente da Câmara de Loures, Bernardino Soares (CDU).

O autarca lembrou que pelo facto de parte do Aeroporto de Lisboa estar já no concelho de Loures são impostas pelas entidades aeronáuticas limitações urbanísticas e apontou para os impactos negativos decorrentes da atividade daquela infraestrutura.

“Se a lógica será a compensação por impactos negativos essa lógica terá de se alargar a todos os municípios e Loures é claramente um deles”, reiterou.

Nesse sentido, o autarca referiu que a Câmara de Loures vai comunicar à ANA e ao Governo as suas pretensões: “Vamos escrever-lhes no sentido de vermos as nossas pretensões satisfeitas nas mesmas condições em que foi anunciado estar a ser preparado para Lisboa”.

Esta pretensão da Câmara de Loures surge um dia depois de outros municípios, entre os quais alguns do Norte e ainda do Algarve, terem manifestado a intenção de também beneficiarem de uma compensação financeira pelo facto de sofrerem diretamente os impactos das atividades dos aeroportos.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)